segunda-feira, 11 de junho de 2012

O escritório

Existem coisas que nós resolvemos fazer e que realmente valem muito ter iniciado. Dentre todas essas, as que eu mais gosto é poder começar uma nova série que faça eu me divertir bastante. Sabe aquelas que você assiste as temporadas em menos de duas semanas e depois se frustra por ter visto muito rápido, precisando esperar até que comece de novo? Então, isso é muito comum na minha vida. Na semana passada eu decidi (re)começar "The Office" e está rendendo muito bem.

Quando eu ainda estava na faculdade, resolvi ver essa série, porém naquele tempo não tinha descoberto os sites de download legal por torrent, então meio que desisti por causa da demora de baixar tantas temporadas de uma vez. Hoje, como evoluí muito desde aquela época, em dois dias já tinha os 8 anos de The Office guardados no meu HD externo. Obviamente será tudo excluído após ser assistido e também comprarei todos os DVDs originais.


Na semana passada eu iniciei e hoje estou na quinta temporada. Sou vadio? Ao contrário, consegui arranjar tempo para acompanhar o máximo que eu puder. Com todas as outras séries em pausa, agora tenho mais espaço para poder me aventurar em novas coisas. E assistindo The Office me surgiu uma ideia interessante e perigosa: e se eu narrasse aqui neste tudo o que eu vejo no meu dia a dia, porém transformando-os em inocentes contos? Seria somente trabalho do leitor entender o que foi dito. A verdade só eu mesmo saberia.


Sempre quis fazer algo assim, mas sabe como a cautela deve ser tremenda, não é mesmo? Talvez eu nem coloque em prática, como muitas coisas que nunca pus, mas quem sabe?

Este é mais um lindo update sobre o que eu estou fazendo e espero postar seguidamente neste lindo ambiente criado por mim.

That's what she said.

Um comentário:

  1. Cria um personagem baseado em você e fale dele, não de você. Problema resolvido.
    Abraços.

    ResponderExcluir