quinta-feira, 15 de março de 2012

Aprenda a descer em um toboágua de forma eletrizante

Vamos dizer que pelos muitos textos sobre infância neste blog, eu tive uma época boa nos meus joviais anos. Já comentei sobre as aventuras muito loucas que estive presente quando a minha alma de criança ainda refletia, não apenas na mente, mas também na aparência. Vocês aprenderam sobre os meus desenhos favoritos e todas as coisas nostálgicas deste pequeno/grande universo que é ser alguém sem responsabilidades. Mas existe uma história sensacional que eu nunca contei para ninguém, e somente quem estava presente pôde captar já as faíscas de uma brilhante mente que inventou um novo jeito de descer pelo toboágua/tobogã/escorregador, ou o que você quiser chamar.

No auge dos meus 11/12/13/14/15 anos (nem sei qual era a idade), eu passei um dia das minhas férias com a família em um campo, onde tinha uma piscina muito legal feita de tijolos e cimento puro. Não é ironia, era bem legal mesmo. Não iguais essas porcarias que vendem hoje e que são feitas de fibra e plástico. A coisa mais incrível era que, nesta engenhoca, havia um cano que passava por dentro da churrasqueira e, através dela, a água que enchia a piscina ficava quente. Chupa essa, águas termais!


Quando você é criança qualquer lugar que tenha água dentro já é sensacional, e este não foi diferente. Nos primeiros momentos de banho naquele dia eu não estava me divertindo, pois ficar somente parado dentro de uma caixa d'água durante toda a tarde não é a maior aventura que um jovem cheio de energia necessita. Contar-lhes-ei como tornei um dia tedioso em algo extremamente épico:


A piscina era mais ou menos assim:

  • De uns 3.000 litros.
  • Com um escorregador que passava um cano para dar o efeito deslizante  muito mais efetivo.
  • Carência de uma boa ideia.
A epifania veio deste que vos escreve. Eu vi uma sacola plástica dando bobeira voando pelos gramados do local e pensei: "qual será a velocidade formulaúnica se eu sentar nisso e descer a ladeira para a vitória?". A resposta: MUITO RÁPIDA!!!!!!!!!

Colocar uma sacola plástica em suas nádegas faz você voar em inimaginável rapidez. Por pouco que não atravesso tudo e vou reto no açude.

Ah, a infância...

Nenhum comentário:

Postar um comentário