segunda-feira, 5 de março de 2012

Agora eu escrevo para uma revista

"No princípio era o verbo...". Desta frase podemos tirar muitos significados, mas o principal é: há muito tempo tenho tentado fazer alguma coisa que preste na internet (ou fora dela) e parece que, finalmente, estou conseguindo. Quando eu fiquei conhecendo esta maravilhosa rede de computadores, ainda no tempo da discada, sempre tive a ideia de me envolver o máximo possível para fazer algum sucesso, nem que fosse com um blog podre e de layout precário. Logo descobri que precisaria muito mais que isso para ir adiante. Não vou dizer que sou um sucesso hoje, mas evoluí putamerdamente bem.

Voltando no tempo, eu não consigo lembrar claramente qual foi o meu primeiro blog. O que vem em mente é um site que criei para as turmas da minha escola, ele era todo produzido no extinto serviço Geocities do Yahoo. Você já pode imaginar o lixo que isso era. Mas até que foi legalzinho, tive momentos de alegria. Depois parti pro mundo futebolístico, criando um blog para falar sobre o Grêmio. Este foi o meu primeiro projeto a dar certo, porém excluí, porque realmente estava sem saco de continuar.


O site que você está lendo neste momento é o que permanece vivo até hoje. Ele nasceu em 2009 (se não me engano). Uma pequena linha do tempo: o nome foi decidido por causa do Twitter ---> criei um no Blogger, mas não tive vontade de continuar ---> fui para o Tumblr (enquanto ainda não era cool) e escrevi somente um post ---> voltei para o Blogger e aqui estou. Três anos para conseguir me sentir feliz por compartilhar textos.

Então nasceu o Correio Erechinense em novembro do ano passado. Eu tive esta ideia há muito tempo e deixei guardada na minha cabeça, porque não queria que ninguém a roubasse. Então o amigo Daniel Pigatto apareceu com exatamente a mesma e conversou comigo. Pra já começamos a montar todo o projeto. Foi neste momento que eu me tornei um colaborador na Revista Box.

Capa da Revista Box de Março - 2012

A ideia dos amigos organizadores era fazer algo humorístico e que tivesse a mesma essência do Correio Erechinense: conteúdo fictício. Para a primeira matéria (10 motivos para você nunca sair de Erechim), eu compilei vários artigos (compostos pelo Daniel e por mim) e dei um tapa neles com as minhas palavras. Ficou divertido. Era mais algo para apresentar o que seria abordado na revista, pois nas próximas edições o conteúdo escrito na Box será totalmente diferente do que é feito no Correio. Isso me dá a liberdade de criar coisas muito mais legais do que apenas me prender no site e reciclar antigas matérias.

Esta criação foi uma das melhores coisas que Erechim e região ganharam (sim, pois ela é de distribuição gratuita). Muito bem feita, diagramação perfeita, matérias incríveis. E o pessoal merece cada elogio, porque o troço realmente matou a pau.

Fica aí a dica para quem quiser esta belezura em suas casas. Se você é de fora da cidade, pode fazer a assinatura e somente paga a postagem. No Facebook deles é possível ter todas as informações necessárias.

3 comentários:

  1. Show de bola gente, não basta ter idéias mas sim praticá-las.

    Parabéns a todos.

    ResponderExcluir
  2. Os organizadores da revista também fizeram um bom trabalho de escolha de colunistas. Eu conheço um pouco da tua vontade de criar coisas novas e úteis. Boa sorte!

    ResponderExcluir