segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

A mania de reclamar das novas interfaces de Redes Sociais

Não é possível iniciar este texto sem compor uma filosofia sobre a vida dos seres que habitam este planeta chamado Terra e analisar com cautela todos os detalhes das constantes mudanças que passamos durante toda a nossa insignificante existência. Como dizia Da Vinci: "A paciência faz contra as ofensas o mesmo que as roupas fazem contra o frio; pois, se vestires mais roupas conforme o inverno aumenta, tal frio não te poderá afetar. De modo semelhante, a paciência deve crescer em relação às grandes ofensas; tais injúrias não poderão afetar a tua mente.". Na verdade isso não significa nada para o que queremos falar neste texto. 

Agora vou pedir-lhe para que pense em quanto você mudou em um ano, em dois, em cinco, em dez. Incrível, não? As coisas acontecem tão rapidamente que nem damos conta disso. Evoluímos, aprendemos, escolhemos novas roupas, alteramos o corte de cabelo, usamos óculos, quebramos uma perna, assistimos uma nova série. Tudo isso diz a respeito a você, às suas decisões e àquilo que é sua escolha. A vida sem mudanças é a mesma coisa que um bolo de aniversário sem cobertura e velas. 


Voltamos ao mundo da World Wide Web e olhamos lá para trás, então percebemos o quanto os sites modificaram, a porrada de novas tecnologias surgiram, o incontável número de redes sociais criadas a cada dia. Aí eu pergunto: qual seria a graça se tudo continuasse da mesma forma? Sei que muitos são adeptos da nostalgia, mas não existe explicação para não querer que a internet evolua.

Primeiro exemplo deste nosso tópico é a extrema modificação da interface do Twitter. Na minha opinião, a melhoria foi de 100%. É tudo mais organizado, mais fácil e mil vezes mais bonito do que qualquer outra versão. Foi só olhar pela primeira vez e já senti uma enorme diferença. Sinceramente, os que reclamaram nem mexeram para ver as novidades.

O segundo é a "timeline" do Facebook. Um perfil totalmente remodelado, que faz um upload da vida real diretamente para a rede. Lá você pode colocar o seu nascimento até o dia da sua morte. É a narração de cada passo seu no mundo. Se isso não é genial, então o que é? "Mas amigo escritor do blog, isso tira toda a privacidade do usuário". Bom, se o seu interesse é privacidade, não deveria nem ter colocado uma conexão de internet na sua casa. E outra, o Facebook nunca obrigou a colocar suas informações pessoais, no máximo o nome e idade. É possível bloquear fotos, ocultar dados, não colocá-los. Não tenho culpa se você vai em festas, se veste igual a um p** e depois coloca para todo mundo ver.

As Redes Sociais até deixam as pessoas muito livres, porque virou regra colocar imagens de animais mortos e gente caindo aos pedaços por aí. Eu pergunto: eles não merecem privacidade também?

Enfim, é muita choradeira para pouco bebê.

2 comentários:

  1. Verdade essa gente não tem oque fazerem fica reclamando e reclamam porque muda algumas coisas e eles não conseguem achar outras e assim eles tem o que falar

    ResponderExcluir
  2. Verdade essa gente não tem oque fazerem fica reclamando e reclamam porque muda algumas coisas e eles não conseguem achar outras e assim eles tem o que falar

    ResponderExcluir