segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

A narração de um sonho que eu tive

Vou falar para vocês, eu nunca tive sonhos legais que pudessem ser narrados ou até mesmo Crepusculicamente transformados em best sellers. Mas na noite de domingo, dia 11.12.2011, aconteceu algo inesperado: tive um sonho muito legal e com uma história incrível. Bom, apesar de não ter sido longo, posso fazer muitas narrativas e descrições com ele. Acompanhem a minha epifania.

Casamento com sangue de Dragão

Era escuro, aparentemente madrugada. As tochas iluminavam todo o salão principal daquele castelo enorme. Uma festa parecia alegrar vários homens e mulheres que bebiam do mais caro e saboroso vinho. A comemoração era pelo noivado de um jovem príncipe e de uma moça que recém o conhecera. Ela era apaixonada pelo Senhor, mas ele não a via com bons olhos. Para ele, somente se casaria com alguém que fosse descendente de dragão, que tivesse fogo em suas veias. Ninguém havia confirmado isso ainda e o príncipe se sentia obrigado a provar para todos que ele deveria manter a sua linhagem pura, ou seja, casando-se com alguém da família dos dragões.

O príncipe tivera uma grande briga dentro do salão com a sua prometida e ela saiu correndo desesperada. "Você precisa mostrar a sua descendência!", gritava o homem; "Mas eu não tenho sangue de dragão", dizia. Mesmo assim o rapaz continuava insistindo e obrigando ela a mostrar se era capaz de casar-se com ele. "Se você aguentar o fogo em sua pele, poderá ser a minha esposa". Neste momento o príncipe começou a formar chamas em suas mãos e tentava atirá-las em direção a sua futura esposa. "Você precisa provar do fogo do dragão" - gritava enlouquecido.

Ele conseguiu acertar a moça com as chamas, então as costas dela começaram a queimar até ela estar completamente tomada pelo fogo. Ela viu uma árvore na sua frente e se atirou contra, causando uma grande explosão. Tudo fora aos ares e o príncipe provou estar certo.

__

Louco, não? Acho que esse sonho não deu nem cinco minutos, mas foi bem interessante.


Nenhum comentário:

Postar um comentário