segunda-feira, 21 de novembro de 2011

eReaders são o futuro dos livros

Essa coisa de ficar falando que tal tecnologia irá substituir outra é muito complicada e bastante polêmica. Já vimos isso acontecer com TV, rádio, jornal impresso e muitos outros meios de comunicação que, apesar de terem a audiência reduzida, ainda permanecem no mercado. Eu creio que estamos chegando ao futuro que muitos esperavam e outros estavam com medo de admitir.

Eu gosto de ler, apesar de não fazer muito tempo que peguei o gosto por essa atividade, mas hoje posso dizer que sou um verdadeiro leitor. E como sou um rapaz chato e não acho legal pedir livros emprestados ou pegar em bibliotecas, quero que seja sempre meu. O problema é que chega uma hora que não tem mais como pagar por tudo isso, ainda mais no Brasil que as obras custam muito caro. Exemplo: um livro que comprei na Inglaterra (não, ainda não fui pra lá, trouxeram pra mim) custou R$ 20 ou nem isso, não lembro. E o mesmo nas nossas lindas livrarias está mais de R$ 45.

Então chega aquele momento que você se cansa de gastar muito dinheiro e busca ver qual o custo-benefício de adquirir um eReader, sendo que os livros são baixados na biblioteca grátis da internet. Claro que pode comprar, mas no Brasil ainda não existem muitos títulos. Você automaticamente para de gastar e tem um aparelho que poderá armazenar mais de milhares, ou seja, isso nunca seria possível comprando livros físicos.

A tecnologia está aí para ajudar e ela irá mudar as nossas vidas, ou já mudou. Por que assinar jornal quando se tem um eReader que você pode acessar wi-fi e ler? Falo somente desses leitores digitais para livros, porque muitos não têm condições de comprar tablets. Eu, por exemplo, sou uma pessoa que nunca assinará revista ou jornal, não depois de ter toda essa maravilhosa tecnologia ao meu dispor. Se já televisão e rádio eu praticamente abandonei...

Ter livros é incrível, a sensação de folhear as páginas também, mas temos que realmente pensar em quais são os benefícios disso. Eu pensei e já decidi: quando tivermos um eReader realmente bom e barato no Brasil (ou em países vizinhos), comprarei sem hesitar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário