quinta-feira, 30 de junho de 2011

As peripécias de um universitário #5: Fim.

Depois de muito se iludir ele realmente pensou sobre o assunto e decidiu botar um basta em tudo. Jogou todas as suas conquistas até então pro alto e não deu bola para opiniões contrárias. Ele já havia gastado muito tempo (e dinheiro) em um lugar que não o deixava feliz. Sua vida não era mais como antigamente, e seu futuro estava sendo comprometido a cada dia que ele pisava naquele lugar.


Ninguém queria o ouvir, e por mais que ele falasse que não era aquilo que ele queria, nenhuma pessoa gostaria de acreditar. Uns até achavam que era mentira, outros tapavam os seus olhos para a verdade a fim de não enxergar o que estava parado bem na sua frente.

Foram uma, duas, três semanas de paciência no quinto semestre, depois disso tudo mudou. Ele começou a buscar oportunidades, se dedicar ao que ele realmente queria, deixando assim a faculdade para um segundo, terceiro, quarto, quinto e até mesmo enésimo plano. Não adiantava mais se torturar daquele jeito.

Passar nas matérias? Não era mais sua prioridade e também não estava nem um pouco preocupado se iria bem ou não. Algo estava reservado para ele, e ele tinha certeza que iria conseguir. Não sabia muito bem o que era, mas lá no fundo ele conseguia ver aquela luz que iluminava apenas o canto do seu quarto enquanto digitava esse texto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário