quarta-feira, 18 de maio de 2011

Breaking Bad

Essa é uma série que eu estava com muita vontade de ver, mas nunca tomava iniciativa. Talvez por ser uma história totalmente diferente da maioria dos seriados que costumo assistir.

Breaking Bad narra a vida de Walter White, professor de Química em uma escola. Sua vida não é de muitas perspectivas já que todos os seus grandes amigos se tornaram renomados cientistas enquanto ele ficou no atordoante dia-a-dia de educador. Sua família é como todas as outras: filhos, problemas e decisões que um pai deve tomar. Mas tudo muda quando Walter passa mal e é levado ao hospital, neste momento ele descobre que tem um câncer e não lhe resta muitos dias de vida.


Pensando no bem de seus familiares e no futuro do seu filho na faculdade, o protagonista busca novos meios de conseguir dinheiro, já que o salário de professor não poderia manter seus tratamentos e outras despesas. Ele resolve se tornar "cozinheiro" de metanfetamina, uma droga muito popular em algumas regiões dos Estados Unidos e México. Para isso, o professor resolve convidar um ex-aluno, Jesse Pinkman, nessa jornada. Enquanto Walter faria a parte Química do produto, Jesse se encarregaria de vendê-lo, a fim de arrecadar muito dinheiro em pouco tempo.

A primeira temporada demora para desenrolar a história e realmente mostrar tudo o que está para acontecer, mas depois de alguns episódios ela começa a tomar rumo e surpreendendo os espectadores.

Hoje, esta série já foi muito premiada e é dita pelos críticos como uma das melhores produções televisivas da atualidade. Na minha opinião Breaking Bad é interessantíssima, mas não consegui achar tão incrível como muitos falam. Por exemplo, alguns prêmios que ela recebeu poderiam ser dados para Dexter como melhor drama, mas isso não vem muito ao caso agora. A série é muito boa mesmo assim.

Assistam, me digam o que acharam, e se já estão acompanhando compartilhem a opinião.

PS: eu retiro completamente meu comentário sobre a série não merecer prêmios. A quarta temporada foi digna de uma genialidade pouco vista. Merece aplausos em pé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário