sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Curso x Curso

Esse é um pensamento que eu venho criando desde as antiguidades, somente agora consegui as palavras necessárias para realmente transformá-lo em um texto. Universidade: lá está você, sorridente, com seu instinto de garanhão nos ares, purpurina brilhante e pés saltitantes. Seu ego inflado preparado para dizer: EU ESTOU NO MELHOR CURSO, OS OUTROS SÃO LIXOS. Pobre criatura, mal sabe que ninguém se interessa em saber se você ou o que você estuda é grande coisa.

Aí entram as rivalidades entre os pimpolhos que querem copiar os filmes americanos com suas atitudes de malandrões: começam a fazer birra dizendo que tal curso é melhor que o outro. Vamos ao clássico exemplo: eu estudo jornalismo e alguém me “ofende” chamando de “jornaleiro”. Tapa na cara da sociedade escritora de jornais.

O pior nem são os alunos e sim os professores impondo brigas, dizendo: fulano não tem capacidade, porque só nós somos os tais. E por aí vai.

Vamos nos unir, dar as mãos, cantar glórias e louvar para todo o sempre. Deixemos de lado todas as artimanhas e falcatruas, comemoremos nossas formaturas. Pela paz na faculdade! (todos chora).

-

PS: A história comentada neste texto é um pouco real.

PS2: Clique aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário