segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Família Sabão

Nossa sociedade sempre foi cuidadosa e se preocupou em deixar suas vestes limpas, assim como cuidar do corpo tomando banho. Quem proporcionou isso, além da água, foi o sabão. Sabe-se que o costume de limpar-se começou com os Egípcios mais ou menos no ano de 2200 a.C., onde fora encontrada a fórmula de um produto composto de água, álcali e óleo de canela da china. Sendo assim, criou-se este que é um dos mais importantes utensílios de limpeza até hoje.


Depois de aprendermos um pouco de história, vamos ao que interessa. Se analisarmos profundamente todo o contexto do sabão, podemos perceber que a comparação dele com pessoas de nossa família é evidente. Vejamos:

Sabão normal: este é aquele primo maldito da família, que anda sujo, feio, sempre arranjando confusão. Ninguém mais quer saber dele, e quando precisam de sua ajuda é só para fazer coisas chatas e simples.

Sabão líquido: é aquela sua namorada chata e grudenta, pode até ter cheiro bom, mas chega uma hora que você não aguenta mais ver aquela coisa melosa.

Sabonete: é o primo nerd. Sempre certinho e fazendo tudo como manda o figurino. Quando alguém precisa dele é sempre o primeiro a ajudar. É o cara que conserta todos os problemas da família.

Detergente: é aquele tio que está sempre tirando os filhos e sobrinhos das confusões. Limpa toda a sujeira mais pesada e alivia quando vai contar aos pais.

Sabão de coco: algum parente gay

Sabão em pó: aquele cara viciado em crack que ta sempre fazendo cagadas por aí.

Espuma do sabão: cachorro com raiva.

Com isso da para ter uma ideia de como o sabão representa em nossas vidas. Se alguém tiver mais um integrante da família não dito neste post, comente.


___

Palavra: sabão - Indicada por PriDalzotto

Nenhum comentário:

Postar um comentário