segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Banho de sol

Dentre todas as coisas que eu não consigo compreender, uma delas é o tal do banho de sol. Essa é uma das expressões mais falhas desde que o ser humano descobriu a escrita, lá nos primórdios do universo quando Plínio de Arruda era professor de Língua Cuneiforme para Hebe e Serra.

Aí com o poder de se comunicar o povo começou a “emburrecer” e junto com essa burrice surgiram as mais diversas frases de efeito. O banho de sol nada mais é – para os leigos – do que se debruçar e esperar os raios ultravioletas torrarem toda a parte traseira do indivíduo ali posicionado. 


Engana-se quem acha que este é o verdadeiro significado. Oh, como sois ingênuos. Nada disso. Banho de sol de verdade é aquele quando acabar o mundo e todo o universo sofrer ataques explosivos dos vulcões solares. Ah, meus amigos, aí vocês sentirão o que é um gostoso e quente banho. Nem vai precisar de chuveiro.

Espero que toda a bagunça tenha sido arrumada neste post, e que todas as dúvidas tenham sido solucionadas. Não aguentava mais ver tanta gente falando bobagem por aí.

Ah, e quando forem tomar banho de sol, passem um bom protetor.

__

Palavra: banho de sol - Indicada por: ajohannc

Nenhum comentário:

Postar um comentário