segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Você leva o twitter a sério?

O twitter é pra ser levado a sério? Na minha visão a resposta é clara e única, além de muito simples: NÃO.  

Essa rede social nos últimos anos teve um crescimento significativo, principalmente no Brasil, onde todo o povo migrou para esta ferramenta sem saber exatamente do que se tratava. Começaram-se então os milhões de tweets por minuto, uns muito fúteis, outros que podemos chamar até de “geniais”. Mas em meio a toda essa bagunça entra o meu argumento: não podemos levar a sério tudo o que dizemos no twitter.


Em primeiro lugar muitas das pessoas criam trocadilhos, piadas, que nem ao menos têm a ver com as suas vidas ou acontecimentos reais, simplesmente recebem um flash de genialidade e postam. Você vai levar a sério uma simples piada? Não. Twitter serve para se divertir.

Há muitos que o transformaram em seu diário, para relatar cada minuto da sua pacata vida. E xingar muito, mas muito mesmo. Aí que está o problema. No momento que você se sente livre para soltar o verbo e encher de lixo o mundo, os outros que leem, automaticamente recebem o xingamento para si, não se importando em saber qual é o verdadeiro destinatário. Cria-se o caos.

É um cutucando o outro, embora essa parte fique no Facebook.

Creio que, para termos um ambiente mais pacífico devemos usá-lo de modo que não afete a integridade do próximo, nem quando fazemos piadas, nem quando xingamos pra valer.  

Meu modo de usar da ferramenta é:

1° fazer brincadeiras com o MEU dia-a-dia, criando trocadilhos e piadas com o que acontece COMIGO e não com os outros.

2° de modo algum ofender nossos seguidores, a não ser que eles mereçam. Mas aí é mais fácil usar o botão “block” para evitar confusões.

3° se está seguindo e depois de um tempo achou a pessoa inútil, dê unfollow. Se não o fizer, também não distribua elogios para a coitada da criatura.

4° está de mau humor? Não deixe isso afetar seus posts, preserve sua identidade, ou não escreva nada, brinque com a situação.  

5° Mantenha contato com seus seguidores e tente conhecer novas pessoas.

6° lembre-se que falar de sua vida, o que você está fazendo, pode ser um alvo para pessoas de má fé.

7° não escreva superficialmente o que somente você vai entender, ou que seus amigos mais próximos irão. Sempre tem alguém que lhe segue e que não convive com você, ou até mesmo more em outro estado.

8° nunca diga para quem lhe criticar: “eu posto o que eu quiser, o twitter é meu”. Isso vai parecer arrogante.

Essas são umas pequenas dicas para bom convívio com a vizinhança do twitter. Aproveitem (ou não).

Um comentário:

  1. Muito interessante as dicas. Vou refletir sobre a minha conta no twitter também...
    O Twitter me parece uma ferramenta bastante atrativa, podemos conhecer novas pessoas, outros pontos de vista, etc. Quem sabe seria relevante elaborar um "Manual do usuário", até pra entendimento geral de como funciona e pra que ele serve.

    ResponderExcluir